Resonancias: Revista de investigación musical

ISSN 0719 - 5702 (en línea); ISSN 0717 - 3474 (impresa)

N°42 /

Junio 2018

Portada 42

Normas Editoriais

Baseadas em The Chicago Manual of Style 16

 

Formato dos textos

Serão aceitos textos com um máximo de 10.000 palavras, incluindo notas de rodapé, bibliografia e anexos. As resenhas terão um máximo de 3.200 palavras.

As margens esquerda e direita devem ser de 3 cm, e as margens superior e inferior de 2,5 cm. A tipografia do texto principal será em fonte Times New Roman, 12 pontos com espaçamento 1,5. As notas de rodapé também deverão ser apresentadas em fonte Times New Roman, 10 pontos com espaçamento simples. As citações literais com mais de 40 palavras deverão ser transcritas em fonte Times New Roman 11 pontos, com espaçamento 1,5, margens esquerda e direita de 1 cm, espacejamento anterior e posterior de 12 pontos, sem usar aspas.

As figuras devem levar sua correspondente epígrafe na parte inferior, na qual sejam indicados os dados principais e especialmente a instituição depositária. As licenças legais e administrativas necessárias para a inclusão destas reproduções serão de inteira responsabilidade dos autores do trabalho

Além disso, cada figura será enviada separadamente em formato JPEG com a máxima resolução possível, numerando cada uma para permitir sua localização no texto. A quantidade mínima de pixels será de 300 pontos por polegada (dpi).

Todos os artigos incluirão na primeira página um resumo com um máximo de 200 palavras onde sejam indicados os objetivos, conteúdos e conclusões do artigo, tanto no idioma em que estiver escrito o texto como em inglês. Também deverão ser incluídas entre 4 e 6 palavras- chave no idioma original do texto e em inglês. Em um documento à parte deverá apresentar-se um currículo do autor com um máximo de 100 palavras, seguindo os mesmos requerimentos de idioma do resumo e as palavras-chave. As resenhas não terão resumos, nem palavras-chave, nem currículo.

Os textos deverão ser enviados ao e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Os materiais audiovisuais poderão ser enviados ao e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou para o endereço postal: “Instituto de Música da Pontifícia Universidade Católica do Chile, Avenida Jaime Guzmán 3300- Campus Oriente, Providencia, Santiago, Chile”.

Para as referências bibliográficas utilizar-se-á a norma de citação em fonte Chicago 16 adaptada ao castelhano. No corpo do texto será utilizado o sistema de Autor-Data. A informação básica do sistema de citação pode ser consultada (em inglês) em The Chicago Manual of Style disponível on-line em: http://www.chicagomanualofstyle.org/tools_citationguide.html


Formato de citação no texto (autor-data)

Em termos gerais, a bibliografia deverá será citada no texto de maneira abreviada, indicando entre parênteses o sobrenome do autor ou dos autores, ano de publicação e as páginas correspondentes:

(Kerman 1985, 142)

No caso de referência a vários textos de uma só vez, estes irão separados por ponto e vírgula:

(Kerman 1985, 142; Treitler 1989, 50-56)

Se forem citados dois trabalhos do mesmo autor publicados durante um mesmo ano, deverão ser ordenados alfabeticamente pelo título, conforme constante nas referências bibliográficas. Para as citações no texto, utilizar-se-ão letras minúsculas ao lado do ano, a fim de diferenciá-los:

(Baker 2004a, 3; Baker 2004b, 15-19)

Quando o texto pertencer a dois autores, utilizar-se-á a conjunção “e” para separá-los: (Romanillos e Harris 2000, 243)

(Joseph e Roman 2003, 13-18)

Quando o texto pertencer a quatro ou mais autores, utilizar-se-á a abreviação latina “et al.” (“e outros”), mencionando o primeiro autor, em ordem alfabética.

(Barrett et al., 2010)

Formato da bibliografia

Livros

Un autor

Estenssoro, Juan Carlos. 1989. Música y sociedad coloniales. Lima 1680-1830. Lima: Colmillo Blanco.

Dois ou mais autores

Beard, David y Kenneth Gloag. 2007. Musicology: The Key Concepts. New York: Routledge Key Guides.

Whiteley, Sheila, Andy Bennett y Stan Hawkins. 2005. Music, Space and Place. Popular Music and Cultural Identity. Alder shot: Ash gate.

Quando o autor é editor, tradutor ou compilador

Leyshon, Andrew, David Matless y George Revill, ed. 1998. The Place of Music. New York: The Guilford Press.

Anglés, Higinio, ed. 1977. Cancionero de la Catedral de Segovia. Segovia: Caja de Ahorros y Monte de Piedad.

Lattimore, Richmond, trad. 1951. The Iliad of Homer. Chicago: University of Chicago Press.

Ulhôa, Martha Tupinambá de y Ana María Ochoa, comps. 2005. Musica Popular na América Latina. Pontos de Escuta. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Quando o autor for diferente do editor, tradutor ou compilador

Garcia Marquez, Gabriel. 1988. Love in the Time of Cholera. Tradução de Edith Grossmann. London: Cape.

Capítulo de livro (ou outra parte deste)

Gembero Ustárroz, María. 2006. “Circulación de libros de música entre España y América (1492-1650): notas para su estudio”. En Early Music Printing and Publishing in the Iberian World, editado por Iain Fenlon y Tess Knighton, 147-179. Kassel: Edition Reichenberger.

Kelly, John D. 2010. “Seeing Red: Mao Fetishism, Pax Americana, and the Moral Economy of War”. En Anthropology and Global Counterinsurgency, editado por John D. Kelly et al., 67–83. Chicago: University of Chicago Press.

Capítulo de livro (editado originalmente em outra fonte)

Rice, Timothy. 2001. "Hacia la remodelación de la etnomusicología", em Las Culturas Musicales. Lecturas de etnomusicología, Francisco Cruces ed., 155-180. Tradução de Enrique Cámara de Landa. Madrid: Trotta. Originalmente publicado em Ethnomusicology 31: 3, 469-488, 1987.

Soja, Edward W. 2008. Postmetrópolis. Estudios críticos sobre las ciudades y las regiones. Tradução de Verónica Hendel e Mónica Cifuentes. Segunda ed. Madri: Traficantes de Sueños.

Prólogo, Prefácio ou Introdução de um livro (ou parte similar)

Carmen Peña. 2000. Prólogo a Letras de Música de Samuel Claro Valdés, 7-10. Santiago de Chile: DIBAM.

Livros publicados eletronicamente

Se o texto estiver em mais de um formato, citar-se-á a versão consultada. Os livros consultados on-line deverão ser citados usando uma URL e incluindo a data de acesso (dia, mês, ano). Se o documento não tiver número de página serão citados os nomes das seções, capítulos ou outros do mesmo.

Bohlman, Philip V. 2002. World Music: a very short introduction. New York: Oxford University Press. Edição Kindle.

Bianchi, Cristóbal, Ed. 2011. Música. Reporte Estadístico Nº13. Valparaiso: Departamento de Estudos, Observatório Cultural. Acesso: 12 de março de 2012. http://www.cultura.gob.cl/reportemusica/

 

Artigos de revistas

Artigo em revista impressa

Kerman, Joseph. 1965. “A Profile for American Musicology”. Journal of the American Musicological Society 18 (1): 61-69.

Palacios, José María. 1967. "¿Aún tenemos música, chilenos?". El Musiquero 40 (II): 34-35.

Artigo de revista com URL

Será citada a URL ou o DOI (Digital Object Identifier) da revista:

Suchismita, Ray y Benjamin M. Bly. 2008. “Two routes for activation in the priming of categorical coordinates”. The Journal of General Psychology 135 (1): 65-83. Acesso: 20 de fevereiro de 2010. http://www.heldref.org/jgeneralp.php

Neder, Álvaro. 2010. "O estudo cultural da música popular brasileira: dois problemas e uma contribuição". Per musi 22 (2010): 181-95. Acesso: 20 de janeiro de 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-75992010000200015

Artigo em jornal ou revista não acadêmica

Será colocado o número de página da notícia. Se o texto não tiver número de página, apresentará somente o dia de sua publicação:

"El sentido íntimo de nuestra historia". 2010. El Mercúrio, 18 de setembro, E5-E6. Castelli, Renato. 1999. "Artistas apoyan el Fondart". Las Últimas Noticias, 17 de

setembro.

Se o artigo estiver on-line, deverá ser citada a URL e a data de acesso do mesmo. Se não tiver autor ou autora, a citação partirá com o título.

Codoceo, Francisca. "Guia Urbano de Santiago: Museu Benjamin Vicuña Mackenna". El Mercúrio on-line, 19 de junho de 2012. Acesso: 25 de junho de 2012. http://www.plataformaurbana.cl/archive/2012/06/19/guia-urbana-de-santiago-museo- benjamin-vicuna-mackenna/

"Overtura de Viña 2010 estará a cargo de cantantes chilenos". Cooperativa on line, 15 de fevereiro de 2010. Acesso: 27 de março de 2012.http://www.cooperativa.cl/obertura-de-vina-2010-estara-a-cargo-de-cantantes-chilenos/prontus_nots/2010-02-15/181253.html

 

Outros

Resenha de livro

Resenhas de livros ou discos em revistas serão citadas como Artigos de revista impressa. Aquelas que aparecerem na imprensa serão citadas como Artigos em jornais.

Sabella, Andrés. 1976. "La cueca de Pablo Garrido", resenha de Biografía de la Cueca, de Pablo Garrido. El Mercurio, 26 de setembro, 4D.

Jordán, Laura. 2012. "Mira Niñita. Creación y experiencia de rockeras chilenas", resenha do livro Mira Niñita. Creación y experiencia de rockeras chilenas, de Fabio Salas. Resonancias 31: 105-10.

Tese

Edward Breslin, Patrick. 1990. "The development of class consciousness in the Chilean working class". Tese de Doutorado, Universidade da Califórnia.

Alegría Miranda, Carla. 2008. "¡Se acabó la fiesta!: Sua regulamentação durante o período da crise colonial. Santiago (1800-1840)". Tese de Licenciatura em História, Universidade do Chile.

Texto apresentado em um congresso, colóquio ou outro

López Cano, Rubén. 2006. ""Asómate por debajo de la pista": timba cubana, estrategias músico-sociales y construcción de géneros en la música popular". Conferência apresentada no VII Congresso do setor latino-americano da Associação Internacional para o Estudo da Música Popular, Havana, Cuba, 20 a 25 de junho.

Web Site

Será mencionado o autor ou autora, data e título (se houver) junto con a URL e a data de acesso: Canto, Gustavo del. “Huellas africanas en América de Sur”. “Los”.

últimos negros de “Chile”. http://diadelaetnia.homestead.com/chilenegro.html. Acesso: 6 de abril de 2008.

Dentone, Eliana, Mariela Muñoz e Mariela Cerda. 2005. "Las muertes ignoradas: violencia contra trabajadoras sexuales en Chile. Del silencio a la denuncia". Santiago: ASOSIDA. http://www.asosida.cl/files/pdf_las%20muertes%20ignoradas.pdf

No caso de sites que mudam regularmente, será destacada a última modificação:

Google. “Google Privacy Policy”. 2009. Última modificação: 11 de março. http://www.google.com/intl/en/privacypolicy.html

Blog ou comentário

Os comentários em blogs ou sites similares poderão ser citados como “texto rápido” ou running text. Por Exemplo, “No comentário publicado por NEXUSAF23 no site de YOUTUBE em 5 de abril de 2011, destaca-se que…”.

Para citações formais, o procedimento será do seguinte modo:

Chandía, Marco. 2012. “El puerto en el imaginario urbano latinoamericano. Propuestas para una "poética de la frontera" porteña y popular”. Lafquén , Blog de Marco Chandía, 1º de agosto. http://barracucha.blogspot.com/2012/08/el-puerto-en-el-imaginario -urbano_1.html

Gutiérrez, Benjamín. 2012. Comentario a Cristián Salazar, "Contraste de épocas en la historia de los burdeles clásicos de Santiago". Blog de Cristián Salazar, 19 de marzo. http://urbatorium.blogspot.com/2012/03/contraste-de-epocas-en-la-historia-los.html

Correio eletrônico ou mensagem de texto

As comunicações pessoais ou informais poderão ser citadas como “texto rápido” ou running text. Por exemplo, “Em uma mensagem dirigida à autora em novembro de 2006, o autor expressa que…”.

Para comunicações formais o procedimento será do seguinte modo:

Anselmo Urrutia, mensagem eletrônica para a autora, 15 de novembro de 2006.

Bases de Dados

Para textos de bases de dados, será citada a fonte de donde se extraiu o documento:

Choi, Mihwa. 2008. “Contesting Imaginaires in Death Rituals during the Northern Song Dynasty”. Tesis de Doctorado, Universidad de Chicago. PROQUEST (AAT 3300426).

Artigos extraídos de Bases de Dados eletrônicas

Gillies, Malcolm. “Bartók, Béla, §1: 1881 - 1903". En Grove Music Online. Acesso: 6 de abril de 2008. Oxford Music Online.

Nota: os artigos do dicionário Grove Music Online costumam ter autores diferentes para cada seção.

Gravação (completa)

Mahler, Gustav. Symphony Nº 9. Berlin Philharmonic. Dirigida por Sir Simon Rattle. EMI 50999 501228 20. 2008, Disco Compacto.

Gravação (fragmento)

Chopin, Frédéric. Ballade Nº 4, op. 52. 1999. En Chopin: The Four Ballades, Berceuse, op. 57, Barcarolle, op. 60, Scherzo, op. 54, Nº 4. Evgeny Kissin (piano). RCA/Víctor Sello Rojo 09026 - 63259 - 2, Disco Compacto.

Gravação (audição on-line ou streaming)

Brahms, Johannes. Symphony Nº1 en C minor. op. 68. London Symphony Orchestra. Conducted by Neeme Jarvi. Complete Symphonies. Chandos CHAN9776-79. 1999, compact disc. Acesso: 2 de outubro de 2013. Naxos Music Library.

Notas de uma gravação (caderneta interior)

Perreau, Stephan. Notas de caderneta. 1999. Clara Schumann (1819-1896): Piano Music. Yoshiko Iwai (piano). Naxos 8.553501. Disco Compacto.

Partitura (completa)

Milhaud, Darius. 1929. La Création du Monde. Paris: M. Eschig.

Partitura (fragmento)

Fauré, Gabriel and Paul Verlaine. 1954. “L’hiver est cessé”. Em La Bonne Chanson: Nine Songs on Poems by Paul Verlaine. New York: International Music Company.

Partitura em formato PDF extraída da Internet

Beethoven, Ludwig van. 1975. Sonata No. 22 in F Major, op.54, Editada por Heinrich Schenker. Vienna: Universal Editions, 1918-1921. Reimpressão, New York: Dover Publications. Acesso: 2 de Julho de 2012. International Scores Music Library Project, http://imslp.org/wiki/Piano_Sonata_No.22%2C_Op.54_%28Beethoven%2C_Ludwi gvan%29

Sitios Relacionados